NOTÍCIAS


Vereador sobre jatinho ao Caribe: “Direito de ter amigos empresários”


A viagem que o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), fez no Carnaval de 2024 a uma ilha do Caribe em jatinho fretado por fornecedor da Prefeitura de Manaus virou tema de discussão entre vereadores da capital do Amazonas. O caso foi revelado pela coluna Grande Angular, na última sexta-feira (16/2).

Durante sessão realizada nessa segunda (19/2), parlamentares da oposição criticaram a relação entre David e o empresário Roberto de Souza Lopes, que fechou contratos com a Prefeitura durante a gestão do amigo, e apontaram suposta vantagem indevida no custeio da viagem pelo fornecedor. Já os vereadores da base saíram em defesa do prefeito.

O vereador Sassá da Construção Civil (PT) disse que “todo mundo tem direito de ter amigos empresários”. “A pessoa não pode ficar perto do empresário e o empresário não pode convidar colega para viajar porque já é suspeito”, afirmou.

Eduardo Alfaia (PMN) também reforçou que não haveria nada de mais na excursão à ilha Sint Maarten, no Caribe, por David, parentes e amigos no jatinho do fornecedor da Prefeitura. O vereador disse que “não é crime viajar”.

“Desde quando é crime fazer uma viagem? Não é crime viajar. Tenta se criminalizar viagem com o empresário e eu fico salientando: quantos de nós somos amigos e até mesmo somos empresários? Ser empresário no Brasil não é crime”, afirmou Alfaia.

Do lado da oposição, Rodrigo Guedes (Podemos) disse que a viagem do prefeito custeada pelo empresário representa “vantagem indevida”. “[A prefeitura disse que] estavam sobrando vagas no jatinho, sendo que quase todos os convidados eram parentes ou amigos do David Almeida. É caso de abertura de processo de impeachment, sem sombra de dúvidas, por cometimento de crime de responsabilidade”, enfatizou.

Marcelo Serafim (PSB) questionou se o prefeito não teria condições de comprar passagem parcelada em 10 vezes, em vez de viajar em um jatinho pago por um fornecedor da prefeitura. “Nós estamos diante de um caso que eu chamaria de AeroDavid. O prefeito tem o dever moral de comprovar a esta Casa juntamente com todos os demais passageiros a devolução desse dinheiro ao empresário”, opinou.

Veja alguns trechos dos discursos dos vereadores:

Assista à íntegra da sessão da Câmara Municipal de Manaus:

A Câmara rejeitou o requerimento que pretendia solicitar informações à Prefeitura de Manaus sobre a viagem de David Almeida ao Caribe junto ao empresário. Foram 19 votos contra e 13 a favor. Veja como votou cada vereador:

Votos de vereadores sobre requerimento para a Prefeitura de Manaus prestar informações sobre viagem de jatinho ao Caribe de prefeito paga por fornecedor
Entenda

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), viajou em um jatinho fretado para Sint Maarten, ilha no Caribe, junto a um empresário que tem contrato com a prefeitura manauara.

David e Roberto de Souza Lopes, dono da Royal Tech, eram dois dos oito passageiros do jatinho de um táxi aéreo que decolou da capital do Amazonas rumo à ilha paradisíaca durante o feriadão. O avião fretado retornou a Manaus na última quarta-feira (14/2).

0

O empresário e o prefeito viajaram para o Caribe no jatinho com registro PPMDB, alugado pela Rico Táxi Aéreo. Os outros passageiros eram: o subsecretário de Planejamento e Gestão de Pessoas de Manaus, Valcerlan Ferreira Cruz; o advogado Kassio Almeida Faye das Chagas; a noiva do prefeito David, Izabelle Fontenelle de Queiroz; a modelo Eduarda Freiberger; além de Adriana Menezes Ferreira Cruz e Taís Cardoso de Amorim Faye.

A Royal Tech, que antigamente se chamava Royal Gestão e Serviços de Informática Ltda., tem histórico de contratações com a Prefeitura de Manaus ao menos desde 2015.

Atualmente, a Royal Tech mantém contrato com a Manaus Previdência para locação e manutenção de impressoras. O acordo foi fechado em 2019, no valor anual de R$ 58.656, e envolvia o aluguel e fornecimento de suprimentos para seis impressoras. As informações são do Portal da Transparência de Manaus.

Foram assinados quatro termos aditivos para prorrogar o acordo com a Manaus Previdência por 12 meses, no valor de R$ 20.020,80 anuais, com menos duas impressoras do que o previsto inicialmente. O último contrato aditivo se encerra em 15 de agosto de 2024.

Em 2018, a Royal Tech fechou um contrato de R$ 3,5 milhões com a Secretaria Municipal de Saúde. O acordo foi prorrogado por três anos, no valor de R$ 293,1 mil anuais, até 2022. A empresa de Roberto também foi contratada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos e pelo Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS), vinculados à prefeitura de Manaus.

window._taboola = window._taboola || []; _taboola.push({ mode: “rec-reel-2n5-a”, container: “taboola-mid-article-reco-reel”, placement: “Mid Article Reco Reel”, target_type: “mix” });

David Almeida foi eleito prefeito de Manaus em 2020. Antes, atuou como deputado estadual e ocupou o cargo de governador interino do Amazonas por cinco meses, em 2017, após a cassação da chapa de José Melo de Oliveira.

O que dizem

A Prefeitura de Manaus informou à coluna que o prefeito David Almeida “realizou uma viagem não programada, juntamente com outras pessoas, atendendo um convite do empresário Roberto de Souza Lopes, que o conhece há alguns anos, antes mesmo de sua gestão no município, e que estaria com assentos vagos na aeronave paga pelo próprio”.

“O empresário, que já teve contratos com a Prefeitura de Manaus em gestão anteriores da ordem de R$ 3,5 milhões, possui na gestão do prefeito David apenas um da ordem de R$ 20 mil por ano”, disse.

O empresário Roberto de Souza Lopes disse que “é amigo do prefeito de Manaus David Almeida há tempos” e negou que tenha ocorrido qualquer “ato ilegal ou imoral”. Veja o posicionamento do empresário na íntegra:

“A respeito dos fatos contidos na matéria veiculada, o senhor Roberto de Souza Lopes informa que é amigo do prefeito de Manaus, David Almeida, há tempos. Informa ainda que o único contrato que detém com a Prefeitura de Manaus é referente à gestão anterior, cerca de R$ 20.000 (vinte mil reais) por ano, não existindo qualquer tipo de favorecimento. Que o fato de fazer uma viagem juntamente com o seu amigo durante o feriado do Carnaval não configura qualquer ato ilegal, nem tampouco imoral, sendo assim afasta qualquer possibilidade de irregularidade.”



Fonte: Metrópoles


20/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM