NOTÍCIAS


Polícia Civil investiga ameaças a comerciantes após incêndio em depósito de gás em Passos


Polícia Civil investiga ameaças a comerciantes após incêndio em depósito de gás em Passos – Foto: reprodução

A Polícia Civil investiga tentativas de golpe e ameaças contra comerciantes em Passos (MG). Os suspeitos pedem dinheiro e ameaçam causar incêndios criminosos em estabelecimentos que se recusam a fazer transferências.

As ocorrências acontecem desde antes do incêndio que destruiu uma distribuidora de gás, mas após o caso, se intensificaram.

Justamente devido ao crime recente, os moradores temem que possa se tornar uma verdade. Porém, a princípio, as investigações apontam que não passa de um golpe ao impor terrorismo contra as vítimas.

“Trata-se inicialmente de crime de extorsão, com a pena de mínima de 4 a 10 anos. […] São crimes cometidos, às vezes, de dentro de presídio, outros não. São fornecidos as contas PIX que também já estão sendo checadas. Então, todo o trâmite da Polícia Civil em relação às investigações estão sendo realizados”, afirma o delegado, Mateus Ponsancini.

Segundo a Civil, os criminosos entram em contato – via ligação telefônica ou WhatsApp – e ameaçam os empresários dizendo que se não houver a transferência de dinheiro, eles vão incendiar o comércio.

“Na maioria das vezes, as pessoas possuem perfil de Instagram, com informações do estabelecimento comercial aberto, informações da própria família. Então, esse tipo de informação municia o criminoso que usa essas informações, principalmente contra a vítima”, explica o delegado.

A Polícia Civil pede que as vítimas procurem a Delegacia Regional de Passos para registrar ocorrência e ser instaurado inquérito policial para apurar os fatos.

Incêndio investigado

O caso aconteceu em 1º de fevereiro. Imagens feitas por câmeras de segurança flagraram quando homens entraram em um depósito de gás com aproximadamente três mil botijões GLP e colocaram fogo em um dos caminhões.

O fogo atingiu cerca de 3,5 mil botijões que estavam no depósito. O prejuízo pode chegar a pelo menos R$ 5 milhões. O Corpo de Bombeiros utilizou mais de 20 mil litros de água e também um líquido gerador de espuma para combater as chamas.

Via: G1



Fonte: Jornal Folha Regional


22/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM