NOTÍCIAS


PM da Rota morre após ser baleado no rosto em Santos


São Paulo – O soldado da PM Samuel Wesley Cosmo, das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), morreu entre a noite de sexta e a madrugada deste sábado (3/2) após ser ferido com um tiro no rosto, durante patrulhamento em Santos, no litoral de São Paulo.

Antes de sua morte ser confirmada pela corporação e pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), na manhã deste sábado, o policial militar estava internado em estado grave na Santa Casa de Santos.

A Baixada Santista está passando por uma nova Operação Escudo, com reforço no policiamento, deflagrada após a morte de Marcelo Augusto da Silva em 26 de janeiro. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Silva atuava na Operação Verão.

Ele foi baleado na cabeça durante um assalto enquanto voltava para casa de moto no km 63 da Rodovia dos Imigrantes.

0

De acordo com a PM, o soldado Samuel foi baleado por volta das 17h dessa sexta (2/2), quando estava em patrulhamento com a sua equipe na Avenida Brigadeiro Faria Lima, no bairro Rádio Clube, na zona noroeste de Santos. De acordo com a corporação, não havia tiroteio ou incursões no momento em que o PM da Rota foi baleado.

A região onde aconteceu o ataque fica em bairro pobre da Baixada Santista, nas proximidades de um mangue e na divisa com as cidades de São Vicente e Cubatão.

Com o ataque ao policial da Rota, foi desencadeada uma nova Operação Escudo na região. Segundo a polícia, o efetivo de diversos batalhões, incluindo o Choque, se deslocou no início da noite de sexta-feira em direção à Baixada Santista.

Em suas redes sociais o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o secretária da Segurança Pública Guilherme Derrite lamentaram a morte do soldado Samuel.

Derrite, que já integrou um efetivo da Rota, foi até a Baixada Santista para acompanhar as buscas pelos autores do assassinato do policial. Até a publicação desta reportagem, nenhum criminoso havia sido detido.

O corpo do soldado seria velado na manhã deste sábado no 1º Batalhão de Choque “Tobias Aguiar” e sepultado, por volta das 15h, no cemitério do Araçá, na capital paulista.

Operação Escudo após morte de PM

Desde o ano passado, foram oito Operações Escudo na Baixada Santista. Segundo a SSP, a instauração delas é procedimento padrão após a morte de policiais.

Em 2023, ao menos 28 pessoas foram mortas por policiais militares, em cerca de um mês de uma das operações escudo, deflagrada por causa do assassinato do soldado Patrick Reis, quando ele fazia patrulhamento em uma comunidade no Guarujá.

Como revelado pelo Metrópoles, ele foi o primeiro policial das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), a tropa de elite da Polícia Militar de São Paulo, a ser assassinado em serviço desde novembro de 1999.



Fonte: Metrópoles


03/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
AO VIVO - PARAISO FM