NOTÍCIAS


PF prende produtor de maçãs por manter 5 pessoas em trabalho escravo


A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta terça-feira (13/2), um produtor de maçãs acusado de manter cinco trabalhadores em situação análoga à escravidão, em Farroupilha, no Rio Grande do Sul. Entre as vítimas estão dois adolescentes, de 15 e 17 anos.

Além dos menores, há um homem de Rivera, no Uruguai, e dois homens, de Santana do Livramento, no RS.

De acordo com a PF, as cinco pessoas foram resgatadas de um alojamento dentro da propriedade rural, onde ficaram encarceradas. Após denúncia anônima, agentes foram até o local e constataram que o ambiente, banheiro e cozinha estavam “sem as mínimas condições de higiene”.

O produtor de maçãs é acusado pelo crime de redução à condição análoga a de escravidão, com pena que pode chegar a 12 anos de prisão.

As vítimas do trabalho escravo

Segundo a corporação, os trabalhadores estão em um alojamento provisório para, posteriormente, serem levados para suas cidades de origem. Esse transporte deve ser pago pelo empregador.

Os acordos relativos aos direitos trabalhistas deles serão firmados com mediação do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e do Ministério Público do Trabalho (MPT).



Fonte: Metrópoles


13/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM