NOTÍCIAS


Paramore rejeita homenagem em apoio a Allison Russell “racismo flagrante”


Após vitória histórica no Grammy 2024, a Câmara de Representantes do Tennessee aprovou resolução para homenagear o Paramore. Mas a honra foi rejeitada pela própria banda em solidariedade à cantora Allison Russell, também ganhadora do prêmio este ano.

LEIA MAIS:
> Grammy 2024: Paramore consegue feito histórico na premiação
> Paramore lança “Burning Down The House”, clássico do Talking Heads
> SZA responde se feat com Paramore vai acontecer; confira!

Em nota ao jornal The Tennessean, Hayley Williams criticou os membros da Câmara que, em um ato de racismo, se negaram a seguir com a proposta de uma homenagem do estado do Tennessee a Allison Russell, pelo seu Grammy.

“Para aqueles que não sabem, Allison Russell é uma musicista e compositora incrivelmente talentosa. Sua música abrange gêneros com fortes ligações com a cena Folk/Americana. Vocês devem tê-la visto no palco do Grammy e se apresentando com a grande Joni Mitchell. Ah, e ela também é preta. Ela é uma mulher preta brilhante. O racismo flagrante da nossa liderança estadual é constrangedor e cruel. Eu, assim como o Paramore, continuaremos a encorajar os jovens a comparecerem para votar, com a igualdade em mente.”

Nas redes sociais, o perfil oficial do trio reforçou as palavras de Hayley: “O Paramore não vai aceitar nenhum reconhecimento ou honra da Câmara dos Representantes do TN até que Allison Russell receba o mesmo reconhecimento.”

O pedido para honrar a banda e a artista veio pro meio do representante Justin Jones, que questionou a atitude da Câmara, como reportado pelo The Tennessean.

Allison Russell é do Tennessee e tem sido uma voz ousada por um estado mais inclusivo e justo. Havia duas resoluções no calendário de consentimento naquela noite, uma para Paramore e outra para Allison Russell. Ambas foram vozes em defesa da justiça, mas apenas a mulher negra queer foi eliminada.”

A cantora Allison Russell foi participante ativo dos protestos contra a expulsão de Jones e do deputado Justin Pearson em 6 de abril de 2023. A dupla foi expulsa por quebrar as regras de decoro da Câmara por liderar um breve protesto pela reforma das armas no plenário após o tiroteio em massa na The Covenant School. Um esforço para expulsar a deputada Gloria Johnson falhou por um voto.

 

 



Fonte: POPline


16/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
AO VIVO - PARAISO FM