NOTÍCIAS


Opinião


Pela cidade

De tempos em tempos surgem na cidade personagens pitorescos, figuras caricatas, mesmo, que marcam época. Dentre estes, em Passos, já tivemos vários ‘doidos’ de plantão, dos quais me lembro de dois, mais recentemente: um, que se trajava como jogador de futebol e praticava o esporte de forma virtual, correndo pelas ruas da cidade, chutando, driblando, defendendo e fazendo gols. Outro, que dirigia caminhões, também pelas ruas da cidade e de forma imaginária, gesticulando, imitando a troca de marchas do ‘bruto’ e emitindo, em seguida, com a boca, os sons característicos da turbina em funcionamento, ambos se exibindo, de preferência, em frente a locais de grande afluxo de público, como bares e restaurantes, garantindo plateia para suas apresentações. Este último, ganhou até projeção nacional. Eram muito originais e divertidos. A ‘bola da vez’, agora, é um andarilho magérrimo e maltrapilho, que vagueia, diuturnamente, pela cidade acompanhado de uma verdadeira ‘frota’ de cães (matilha) vira-latas (já cheguei a contar quinze). Vez ou outra, os seus ‘acãopanhantes’ resolvem morder um transeunte desavisado, causando grande alvoroço.

Cachorrada

A propósito (I), em conversa recente com um amigo médico, este pediu-me para escrever sobre o tema, alertando sobre diversas ocorrências de pessoas mordidas por cães em Passos e o perigo que isso representa. Pois bem, doutor, estou, aqui, atendendo o seu pedido, mas não posso deixar de observar que cada hospital, UPA e posto de saúde de Passos tem, como recepcionista principal, pelo menos um cachorro deitado na soleira da sua porta de entrada (nem a Santa Casa foge à regra). Para não ser injusto com as instituições médicas, nem com o amigo médico, isso não é ‘privilégio’ só dos hospitais, pois, em Passos, quase toda loja, padaria, supermercado que se preze tem o seu cão-recepcionista (por favor, não confundam, refiro-me, aqui, ao animal, mesmo), à porta do estabelecimento.
A propósito (II), os hospitais da cidade (Santa Casa e Unimed), dada a sua importância e sendo Passos um centro regional médico, estão merecendo um melhor cuidado com as suas estruturas físicas que se encontram, visivelmente, deteriorando. Manutenção, reformas e melhorias são necessárias e devem ser uma constante (não se pode dormir sobre os louros conquistados).

Vias públicas, semáforos e canil

Pela primeira vez, em 35 anos que aqui resido, vejo as principais ruas da cidade sendo reasfaltadas e com as faixas e guias laterais pintadas. Agora, novos semáforos estão sendo instalados. O crescimento da cidade, o aumento do fluxo de veículos e de pedestres exigem cuidado e atualização constantes com a mobilidade urbana. A segurança e o conforto dos cidadãos merecem respeito. Parabéns, à atual administração! Voltando aos cães, para ficar melhor ainda, a Prefeitura precisa atentar para este problema, apresentando solução satisfatória para ambas as partes (animais e pedestres).
Ainda dentro do tema das vias públicas, problema recorrente tem ocorrido na entrada do concorrido hipermercado Economart, à margem da Rodovia MG 050, dentro do perímetro urbano de Passos, formando, constantemente, perigosas filas em uma das duas pistas da rodovia, de veículos que se dirigem àquele centro de compras. Mais dia, menos dia, um grave acidente já se pode antever. A concessionária da rodovia (AB Nascentes das Gerais), a direção do hipermercado e o poder público têm o dever de, com urgência, apresentar solução, sob pena de responderem judicialmente por possível (e evitável) tragédia.
Renovar, sempre, é preciso!
Saúde e paz a todos!

O post Opinião apareceu primeiro em Folhadamanha.



Fonte: Folha da Manhã


31/01/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM