NOTÍCIAS


Mortes por dengue: vítimas vão de bebê a idoso; maior incidência é 80+


O quadro com a idade das 23 vítimas de dengue no Distrito Federal, em 2024, mostra que a doença não escolhe faixa etária, e mata de bebê a idoso. A maior incidência, porém, é no grupo de 80 anos ou mais.

Segundo dados da Secretaria de Saúde do Distrito Federal atualizados nesta quarta-feira (14/2), aos quais a coluna teve acesso, cinco pessoas de 80 anos ou mais morreram em razão da dengue, entre 1º de janeiro e 14 de fevereiro de 2024. O número representa 21,7% do total de óbitos.

Quatro mortes são de pessoas na faixa etária de 60 a 69 anos. Três moradores do DF de 20 a 29 anos, outros três de 40 a 49 anos e mais três de 70 a 79 anos também morreram de dengue no período.

Veja a faixa etária das vítimas da dengue no DF em 2024:

  • Menor 1 ano: 1 morte – 4,3%
  • 5 a 9 anos: 1 morte – 4,3%
  • 15 a 19 anos: 1 morte – 4,3%
  • 20 a 29 anos: 3 mortes – 13,0%
  • 30 a 39 anos: 1 morte – 4,3%
  • 40 a 49 anos: 3 mortes – 13,0%
  • 50 a 59 anos: 1 morte – 4,3%
  • 60 a 69 anos: 4 mortes – 17,4%
  • 70 a 79 anos: 3 mortes – 13,0%
  • 80 anos e mais: 5 mortes – 21,7%
    Total: 23 óbitos por dengue

Das 23 vítimas da dengue no DF, 13 são homens e 10 são mulheres.

Casos prováveis

O DF registrou, além disso, 67.897 casos prováveis de dengue, dos quais 66.361 (97,7%) ocorreram entre moradores da capital do país. Em relação ao mesmo período do ano passado, as notificações aumentaram 1.303,9%.

Em 2024, Ceilândia figura em primeiro lugar no ranking das regiões administrativas com maior incidência de dengue, com 12.983 casos prováveis da doença. Bem atrás de Ceilândia, em segundo lugar, está Taguatinga, que registrou 3.772 casos prováveis.

0



Fonte: Metrópoles


15/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM