NOTÍCIAS


Moradores reclamam da falta d’água e água amarelada em bairros de São José da Barra; Saae se pronuncia


Moradores dos bairros Nossa Senhora de Fátima (Can-Can), Cachoeira da Lage e Shangrylá reclamam da falta de água nas respectivas localidades, o que tem sido reincidente no dia a dia.

Segundo o diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Anderson de Barros Vieira, os funcionários estão trabalhando para minimizar os problemas.

Nossa Senhora de Fátima (Can-Can)

O responsável pela autarquia, informou que uma empresa de monitoramento será contratada para detectar possíveis ‘boicotes’ nas bombas do Can-Can.

“Estamos contratando uma empresa para monitorar a captação e fornecimento de água no Can-Can, pois a reincidência de bombas queimadas é grande e supostamente alguém está desligando elas. Todos os dias pela manhã as caixas que totalizam 180 mil litros de água estão cheias, mas no fim da tarde a população reclama da falta d’água devido a problemas com as bombas. O dinheiro que seria investido nas melhorias da captação e distribuição de água, será direcionado para essa empresa que auxiliará na investigação criminal do que realmente está acontecendo no bairro”, informou De Barros.

Nos dias 24 e 25 de dezembro, o bairro Can-Can, que tem aproximadamente 500 residências, utilizou 720 mil litros de água, enquanto o bairro de Furnas e a sede do município, que possui mais de 2000 residências, gastaram 890 mil litros. O Saae pede a cooperação da comunidade para usar a água de forma consciente.

De Barros informou que solicitou por várias vezes uma reunião no Can-Can por intermédio de um vereador, porém não foi atendido.

“Essa reunião seria de extrema importância para dialogarmos com os moradores e explicar o trabalho do Saae. No Can-Can foi investido até o momento 200 metros de novos encanamentos e uma bomba nova foi adquirida, porém precisa de mais investimentos na tubulação, somente as casas populares que têm o encanamento correto. Solicitamos à prefeitura e foi aprovado o investimento de R$200 mil para levar a água da Estação de Tratamento de Furnas para o Can-Can, já estamos em fase de licitação da empresa para as obras e com isso a população terá mais acesso a água”, citou.

Moradores reclamam da falta d’água e água amarelada em bairros de São José da Barra; Saae se pronuncia – Foto: Arquivo Jornal Folha Regional/SAAE de São José da Barra

Bairro Shangrylá

O Saae informou que a previsão para os próximos 6 meses é que o Saae possa assumir a manobra de água e esgoto no bairro Shangrylá, porém para que isso aconteça, a Incorplan, que é a responsável pelo loteamento, precisa adequar a infraestrutura do local.

“Estamos firmando um acordo entre o Ministério Público, Incorplan e Saae. Assim que a loteadora finalizar a infraestrutura de água e esgoto no Shangrylá iniciaremos os trabalhos lá. O Saae precisará contratar mais funcionários, pois lá no bairro são aproximadamente 6000 terrenos. Vamos encaminhar um projeto para a Câmara de Vereadores e assim que aprovado e sancionado pelo executivo, abriremos um processo seletivo para novas contratações de pessoal”, frisou o diretor do Saae.

Cachoeira da Lage

No bairro Cachoeira da Lage, o Saae investirá no aumento da eficiência dos poços artesianos, evitando a falta de água. Atualmente 70% da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) está em funcionamento no bairro. A 3ª ETE está na fase final e assim Cachoeira terá 100% de água e esgoto tratados.

Bom Jesus dos Campos

Em Bom Jesus dos Campos, o Saae investiu em um poço artesiano profundo e perfurará outro como reserva, oferecendo melhores condições para os munícipes.

São José da Barra e Furnas

A tubulação ainda é de ferro e está ocasionando diversos transtornos, devido às intervenções na troca da tubulação da rede de água de Furnas, isso tem ocasionado a entrada de barro temporária na rede e por esse motivo a água chega amarelada nas residências.

“Fazemos análise de 2 em 2h na água para que possamos entregar qualidade para a população de São José da Barra e Furnas. Caso algum morador queira conhecer desde a captação de água até o fornecimento, podem procurar o Saae que teremos a honra de apresentar todo trabalho desenvolvido por nossa equipe”, finalizou o diretor.



Fonte: Jornal Folha Regional


30/01/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM