NOTÍCIAS


Micro e pequenas geraram 9 a cada dez novos postos de trabalho em MG


BELO HORIZONTE – As micro e pequenas empresas (MPE) de Minas Gerais foram responsáveis por 94,8% dos novos postos de trabalho gerados no estado em 2023, o que representa cerca de nove a cada dez vagas.

De acordo com informações do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae Minas), a geração de novas vagas pelas MPE representa 18 vezes o resultado das médias e grandes empresas (MGE), que tiveram um saldo de 7.303 postos de trabalho no ano passado. As MPE mineiras registraram 1.776.881 admissões e 1.644.954 desligamentos em 2023.

“As MPE desempenham um papel crucial no desenvolvimento econômico local, muitas vezes atuando em nichos de mercado ou em setores específicos da economia que as grandes empresas não cobrem. Isso gera empregos diretos na comunidade local e contribui para a circulação de renda na economia regional”, afirma o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

O setor de serviços se destacou como o maior gerador de empregos nos pequenos negócios em Minas no ano passado, com um saldo de 73.341 novas vagas, seguido do setor de construção civil (20.447). Já o setor da indústria extrativa mineral registrou o pior saldo, com 807 vagas.

Minas ocupou a segunda posição entre os estados do país no saldo de empregos nas MPE em 2023. Já entre as regiões mineiras, a que apresentou o melhor resultado foi a Centro, enquanto o pior foi registrado nas regiões dos vales do Jequitinhonha e Mucuri. Entre os municípios, Belo Horizonte ocupou o primeiro lugar na geração de trabalho pelo segmento no estado, com um saldo de 27.185. Em contrapartida, Janaúba foi o município com o menor saldo de empregos gerados, -342.

Perfil

O perfil mais comum das admissões feitas pelas MPE mineiras em 2023 é formado por homens, pessoas na faixa etária de 18 a 24 anos e com ensino médio completo. O salário médio de admissão pago pelas MPE no período foi de R$1.779,40, cerca de R$19,17 a menos que o salário médio de desligamento. Quanto às demissões, em sua maioria foram homens, de 18 a 24 anos, com ensino médio completo.

Atividades

Na análise das atividades econômicas, destacam-se a construção de edifícios, com um saldo de 6.286, seguido de serviços de escritório e apoio administrativo (4.895) e serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas (4.100).

Entre as ocupações com melhor saldo de empregos gerados em 2023 destacam-se Servente de obras, com 10.458 novas vagas, seguido por Alimentador de linha de produção (9.219) e Faxineiro (8.166).

Dezembro

Os pequenos negócios totalizaram um estoque de 2.579.480 empregos em dezembro, um decréscimo de 1% comparado a novembro (2.603.729). “Embora este seja um período em que há um aumento nas contratações temporárias para atender a alta demanda de consumo de fim do ano, parte significativa dessas vagas são encerradas ao final da temporada, resultando num alto número de desligamentos em dezembro e nos primeiros meses do ano”, aponta Silva.

O resultado com uma proporção de empregos mais de dezoito vezes maior que o das médias e grandes empresas (MGE). As MPE geraram um saldo de 131.927 novos postos de trabalho no ano passado, o que representa 94,8% do saldo total do estado.. Já as MGE fecharam o ano com um saldo de 7.303 novos postos de trabalho.

O post Micro e pequenas geraram 9 a cada dez novos postos de trabalho em MG apareceu primeiro em Folhadamanha.



Fonte: Folha da Manhã


05/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
AO VIVO - PARAISO FM