NOTÍCIAS


Governo de SP apura morte de detento de 34 anos em prisão provisória


O governo de São Paulo apura se houve responsabilidade de agentes públicos na morte de um preso, de 34 anos, que estava custodiado no Centro de Detenção Provisória Paulo Gilberto Araújo (Chácara Belém II), na Zona Leste da capital. A unidade é destinada a pessoas que esperam julgamento ou transferência para outro estabelecimento prisional.

Após passar mal, o detento foi levado para o Hospital Municipal do Tatuapé, mas morreu quatro dias depois. Durante o período em que ficou na unidade de saúde, o reeducando esteve escoltado por dois agentes da Secretaria de Administração Penitenciária.

A pasta não informou a causa da morte do detento, alegando questão de sigilo médico. O corpo do homem não apresentava ferimentos.

Ele estava preso desde novembro de 2023 por roubo, artigo 157 do Código Penal.

0

A Secretaria de Administração Penitenciária afirmou que é praxe abrir procedimentos apuratórios quando há óbito de detentos.



Fonte: Metrópoles


05/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
AO VIVO - PARAISO FM