NOTÍCIAS


Entenda por que Ana Hickmann acusa ex-marido de constranger filho


A guerra entre Ana Hickmann e Alexandre Correa parece estar longe de terminar, com o ex-casal trocando acusações e farpas publicamente. Dessa vez, a apresentadora disse que o ex-marido submeteu o filho Alezinho, de 9 anos, ao indicá-lo para depor no processo de violência doméstica, do qual o empresário é réu.

Em nota enviada a Quem, a defesa da apresentadora lamenta a atitude de Correa e contesta a necessidade do menino entrar no tribunal. “Réu por violência doméstica, pela agressão cometida contra Ana Hickmann no dia 11/11/23, Alexandre Correa submete novamente o filho a um constrangimento e indica a criança, de 9 anos, como testemunha a seu favor. Destaca-se que o menor não estava presente no momento da agressão física”, diz o comunicado.

0

Na sequência, a apresentadora acusa o ex-marido de estar dificultando o andamento do processo por fornecer um endereço em que não foi possível encontrá-lo. “Além disso, Alexandre demonstra descompromisso com a justiça ao fornecer um endereço em que não é possível localizá-lo pelos oficiais de justiça. Tal atitude indica a tentativa de tumultuar o andamento do processo”, completa.

Do outro lado, o advogado Enio Martins Murad defendeu o seu cliente, Alexandre Correa, e disse que ela está com medo das possíveis revelações de Alezinho. “Juntamente com seu amante Edu Guedes sumiram com Alezinho em dia de aula. Ela está com medo de seu filho ser ouvido pela Justiça pois ele sabe que a mãe está mentindo. E por isso Ana Hickmann levou seu filho para longe para tentar esconder os fatos”, disse, em contato com a Quem.

Por fim, ele ironizou Ana Hickmann e disse que a apresentadora está em pânico com a situação. “A casa caiu para Ana Hickmann. Ela sabe e está em pânico. É compreensível. Está com medo de seu filho desmascarar a farsa”, completou.

Advogado de Alexandre diz que Ana Hickmann abriu “empresa laranja”

Um parecer técnico pericial de Ana Hickmann aponta que Alexandre Correa, seu ex-marido acusado de violência doméstica, transferiu R$ 41,8 milhões da empresa Hickman Serviços Ltda., da qual os dois eram sócios, para suas contas particulares.

De acordo com o parecer, divulgado pela coluna Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Correa teria ocultado os saques na contabilidade da empresa, além de emitir notas frias. Ele ainda teria falsificado a assinatura da apresentadora da Record TV em uma série de documentos.

O parecer diz que, a forma com os saques foram feitos, “caracteriza claramente uma fraude contábil, pois oculta na contabilidade os saques efetuados por Alexandre Bello Correa, assim como não evidencia integralmente e de forma correta o débito dele junto a empresa referente aos respectivos saques. É uma verdadeira manipulação dos relatórios financeiros que acaba por enganar sócios e credores”.

Parecer contra Alexandre

De acordo com a colunista, o perito examinou extratos da empresa de Ana e Alexandre no banco Itaú entre 2018 e 2022. No total, foram encontradas 1.423 transferências eletrônicas por meio do internet banking da instituição.

Os R$ 41,8 milhões que deixaram a conta da empresa para a instituição de Alexandre foram registrados como despesas judiciais, postais, trabalhistas e advocatícias.

Quanto às notas frias, o documento diz que havia uma “prática continuada de emissão de notas fiscais frias” na empresa entre 2022 e 2023, “de documentos de vendas referindo-se a negócios que não existiram”. No total, foram 32 notas frias emitidas, segundo o parecer, em um montante de R$ 4,9 milhões.

Investigação

O advogado Fernando José da Costa, que defende Ana Hickmann, registrou, em dezembro, uma notícia-crime para que Correa seja investigado pelos crimes de falsidade documental, ideológica, uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro, associação criminosa, estelionato e crime contra a economia popular.

Após as acusações, o empresário abriu sigilo fiscal e bancário. Ele afirma que não tem nada a esconder e diz querer colaborar com a investigação. Em mensagens obtidas pelo Notícias da TV, o advogado de Correa, Enio Murad, pontua que o cliente está pronto para provar que é inocente.

“Alexandre Bello Correa declara que está à inteira disposição das autoridades para realizar exames grafotécnicos e tudo mais que for necessário para comprovação de que não falsificou nenhum documento”, informa o advogado.

No total, a empresa de Ana Hickmann teria débitos de R$ 8,6 milhões de impostos federais e municipais, ainda segundo o parecer divulgado pela Folha.

O que diz a defesa?

Enio Martins Murad, advogado de Alexandre Correa, alega que Ana Hickmann “não conseguiu provar nada do que alega”, além de apontar que as alegações da apresentadora são “falsas”.

“Inclusive, Ana Hickmann foi quem abriu uma empresa laranja para desviar recursos das empresas”, acusa Murad.



Fonte: Metrópoles


16/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM