NOTÍCIAS


Dois suspeitos morrem em ação da Rota para prender assassino de PM


São Paulo — Dois homens morreram em supostas trocas de tiros com policiais das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), nas primeiras horas deste sábado (3/2), na Baixada Santista. Um sargento da PM também foi baleado em um dos braços, sem gravidade. As identidades das vítimas não foram divulgadas.

Os tiroteios ocorreram em São Vicente e Santos, após a Polícia Militar deflagrar mais uma Operação Escudo, por causa do homicídio do soldado da Rota Samuel Wesley Cosmo, ocorrido nessa sexta-feira (2/2), em Santos. Ele foi o segundo PM morto no litoral, com um tiro na cabeça, em sete dias.

A câmera corporal usada pelo policial da Rota registrou o momento em que ele foi baleado no rosto (assista abaixo).

 

Por volta das 2h deste sábado, policiais da Rota faziam buscas pelo bairro São Jorge, em Santos. Eles afirmaram, em depoimento à Polícia Civil, terem sido “recebidos a tiros” pelo suspeito.

Os PMs revidaram e feriram o criminoso, que foi encaminhado ao hospital Vicentino, em São Vicente, onde morreu.

Um sargento de 33 anos foi ferido em um dos braços, durante o tiroteio. Ele foi atendido na Santa Casa de Santos e passa bem.

Os PMs afirmaram terem apreendido com o suspeito morto uma pistola calibre 9 milímetros, drogas e um rádio comunicador.

0

Outra morte

A outra suposta troca de tiros ocorreu em São Vicente, no bairro Jóquei Club.

Foi registrado pela Polícia Civil que um homem, ainda não identificado, foi abordado por policiais da Rota na Avenida Samambaiatuba.

Segundo relatado pelos PMs, o suspeito teria corrido ao mesmo tempo em que passou a atirar contra os policiais, que revidaram. O atirador foi ferido, levado para um hospital da região e morreu no local.

Dentro de um imóvel, no qual os PMs afirmaram que o suspeito teria tentado se esconder, foi encontrado um caderno com anotações sobre o tráfico de drogas, além de porções de maconha, cocaína, crack e lança-perfume. Uma pistola calibre 9 milímetros também foi apreendida.

Ambos os casos são investigados pela Polícia Civil e acompanhados pela PM.



Fonte: Metrópoles


03/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM