NOTÍCIAS


Com 3 décadas de palco, MC Koringa se reinventa no mundo do funk atual


“O tamborzão rolando solto/ E as minas vão descendo até o chão /Ao som do tamborzão”. Quem nunca dançou no baile ao som dessa música de MC Koringa? O DJ que antecedeu grandes nomes do funk completa 28 anos de carreira em 2024 e voltou ao TOP50 do Spotify com a releitura de Pra Me Provocar, outro sucesso de sua trajetória.

Em entrevista ao Metrópoles, o músico passou um pente-fino em sua carreira e ainda aproveitou para analisar o cenário do funk, em comparação com o que ele viveu anos atrás, quando estava no auge de sua história na música.

 

0

“É uma alegria imensurável. Fico muito feliz de ver ao longo do tempo vários DJs remixarem minhas músicas, dando roupagens que se adaptam aos seus estilos, independente de quais forem”, declarou. O artista acrescenta que sua história atravessa gerações também porque explora “diversas melodias com letras dançantes”.

O tempo de estrada, é claro, faz Koringa olhar para trás e enxergar o que colocou no funk: “Vem a minha mente de que um dia tudo isso parecia tão distante e quase impossível, mas quando colocamos o amor pelo que fazemos à frente (claro que não pode nos faltar a fé antes de tudo) nem sentimos a caminhada”.

Koringa de volta com Pra Me Provocar

Foi durante esse olhar pro caminho trilhado que Koringa resolveu lançar uma versão novo de Pra Me Provocar – faixa originalmente lançada em 2012 e que rapidamente alcançou o sucesso. Entretanto, em 2023, o artista decidiu lançar uma releitura da canção e entrou no Top 50 do Spotify.

Ao lado do DJ João Pereira, Koringa tirou a cara de “melody” da faixa e trouxa para os padrões mais atuais do funk, adicionando novos ritmos, e gerando ainda outras duas versões (uma mais lenta e outra acelerada).

Koringa entende que o mundo da música vive em evolução e o artista não quis ficar para trás.

“O Funk é essa metamorfose ambulante que em cada canto do Brasil tem a sua identidade. Cada tempo traz suas dificuldades e facilidades”, descreveu.

Das rádios para o streaming

Além do funk mudar, o mercado fonográfico como um todo sofreu alterações. “Hoje, a saga é gravar o som, subir para as plataformas e conseguir chegar no público almejado”, pontuou. Quando estourou com O Tamborzão Tá Rolando, a venda de CDs ainda imperava no mundo da música. A mudança de lá para cá, segundo o próprio músico, foi “assustadora”.

“Ainda não sabíamos o quanto essa mudança poderia ser ampla em termos de alcance. A tirar como exemplo os divulgadores que antes pegavam estradas com materiais dos artistas (discos, fitas e CDs) para chegar às rádios. As próprias mídias físicas para chegarem nas lojas para serem vendidas dependiam de transportadoras e, hoje, com um clique, a música é disparada para o mundo inteiro”, avalia.

E para 2024?

Além da releitura de Pra Me Provocar, o DJ garante outras produções. “Tem muitas novidades vindo por aí como músicas inéditas e alguns feats. Aguardem porque, ao som do Koringa, ninguém para de dançar”, encerrou, aos risos .



Fonte: Metrópoles


18/02/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

[email protected]
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
AO VIVO - PARAISO FM