NOTÍCIAS


Apesar de reforma na iluminação, Paulista ainda tem pontos às escuras


São Paulo — A Prefeitura de São Paulo anunciou na última semana que concluiu a modernização da iluminação da Avenida Paulista. Entretanto, apesar da reforma, ainda há muitos pontos às escuras nas calçadas de uma das vias que é símbolo da capital paulista.

Segundo a prefeitura, houve um aumento de 104% na iluminação dos 2,8 km de extensão da avenida. A administração municipal conta que foram instaladas luminárias mais potentes, com lâmpadas LED, e em maior número.

0

“Com a mudança do layout do poste atual e a angulação das luminárias e dos novos suportes, a iluminação atinge toda a largura da via. Também houve a troca de 276 luminárias de potência 170 watts por luminárias de potência 190 watts”, disse a prefeitura. Também foram instalados quatro pontos de luz mais baixos em 52 postes, para iluminar a ciclovia.

Na prática, a faixa central da Paulista ficou bastante iluminada, principalmente no canteiro onde há a ciclovia. Já as laterais das calçadas seguem em alguns pontos com uma espécie de penumbra. Em conversa com frequentadores, ciclistas, principalmente, perceberam a mudança. Entretanto, entre pedestres, não há citação à melhoria na luminosidade nos trechos de calçada.

Embora não tenha precisão científica (foram usados apenas como referencial), dados coletados com aplicativo de celular que simula o luxímetro mostra que o centro da avenida chega a ter quatro vezes a incidência de luz que as laterais das calçadas.

Além disso, o fato de a Paulista contar com postes apenas no canteiro central faz com que alguns pontos das calçadas permaneceram às escuras por causa de obstáculos à luz, como as árvores e bancas de jornal, por exemplo.

“Melhorou no centro, na ciclovia, mas fica a desejar na calçada. Talvez, tenha que mudar a estratégia”, afirma o professor de educação física André Luiz Moreira, 44 anos. “Teria que ter postes mais baixos, com luzes nas laterais, principalmente para reduzir o risco de quedas”, afirma.

Moreira costuma conduzir pelas calçadas da Paulista um grupo de pessoas em treinos de corrida durante as noites. O professor conta que já viu acidentes, em parte causados por causa da iluminação insuficiente. “A gente tenta minimizar ao máximo dentro do grupo, mas já aconteceram entorses, quedas, por causa de desníveis e imperfeições. No escuro, fica mais difícil”.

“Não percebi diferença. Para mim, está igual ao que estava. Quando foi feita essa mudança? Não vi, não”, afirma o balconista Eronildo Amorim, 49 anos, que trabalha há 10 na Paulista.

Quando são ouvidos os ciclistas, a percepção é de que houve melhora na iluminação. O empresário André Luiz Alves de Lira, 47 anos, passa todas as semanas pela avenida com o grupo Seven Night, que sai da região do Ipiranga. “A qualidade da iluminação está muito bacana, o policiamento também. Tá gostoso pedalar”, afirma.

O que diz a prefeitura

Questionada na última sexta-feira (26/1), a prefeitura respondeu nesta terça, por meio da SP Regula, que o projeto de modernização foi finalizado e fará novas aferições em conjunto com a concessionária responsável nos locais apontados pela reportagem para identificar se há necessidade de correção da iluminação.

“A nova iluminação implementada está integrada ao Contrato de Concessão de Iluminação Pública, sendo que todos os custos e valores associados a esses serviços são de responsabilidade da concessionária”, diz a prefeitura.



Fonte: Metrópoles


31/01/2024 – Paraiso FM

COMPARTILHE

SEGUE A @PARAISOFM897

(35) 3531-8007

comercial@paraisofm.com.br
Avenida Zezé Amaral, 1128 – Vila Ipê.  Cep: 37950000 – São Sebastião do Paraíso – MG      WhatsApp ouvinte: (35) 99910-6677

NO AR:
- PARAISO FM